DCSIMG

back | REVISTA WOW • MAIO 2021 • DIA DAS MÃES

As amigas Bruna da Silva, Irone Santiago e Cláudia Maria posaram pela primeira vez para uma revista e contaram como é ser mãe no maior conjunto de favelas do Rio de Janeiro, a Maré.



 

Ser mãe na favela não é fácil. você cria seus filhos, você oferece estudo, você trabalha pra dar o melhor pros seus filhos e a violência armada pega num filho seu e você se pergunta: gente, a gente tava fazendo tudo certinho, o que foi que eu fiz, onde que eu errei? e você vê que não errou, que ser mãe na favela, é ser julgada, discriminada, parece que somos fábricas de marginais.

Bruna da Silva, mãe de Marcos Vinícius da Silva





Quero escrever um livro. O meu sonho é escrever um livro sobre a minha história de vida na Maré, sobre essas questões de tudo que eu passei e sobre a gente estar fazendo uma imersão.”

Irone Santiago, mãe de Vitor Santiago








Meu menino era muito família, muito bom, um menino de respeitar todo mundo, muito inteligente, queria ser advogado, era skatista, cantava rap. Só não teve a oportunidade de ir pra fora, de ser conhecido. Fazia grafite, era um menino bonito, devia ter sido modelo e foi uma vida perdida.

Cláudia Maria Oliveira, mãe de Jhonson Vinicius Ferreira Guimarães





 

REALIZATION


ENGAGED PARTNERS