DCSIMG

Presentations

Afrolaje

Afrolaje
Musical Group and Cultural Rituals

Musical Group and Cultural Rituals on African and Brazilian Culture.

Alicia Esteves

Alicia Esteves
photographer, ativist and performer

Anelis Assumpção

Anelis Assumpção

Ariane Fachinetto

Ariane Fachinetto
actress

Ariane Fachinetto, 17, started her artistic training in 2014 attending theater at the Culture Factory in Brasilândia. In 2016, she joined the CollectivA Ocupação, directed by Martha Kiss Perrone and in 2017 presented at MIT, the performance "Just invite me to a revolution where I can dance." Also in 2017 she performed in Os Satyros. In 2018, she integrated the piece Revolta Lilith also directed by Martha Kiss Perrone.

Sunday 18/11 - 14h00 – 17h00
Workshop  : Corpos insurgentes
Armazém | Espaço Márcia X

As Caixeiras do Divino

As Caixeiras do Divino
Grupo Musical e de Rituais Culturais

As Caixeiras do Espírito Santo são mulheres maranhenses que tocam tambores, cantam e conduzem um ritual de devoção e fé? da Festa do Divino. Guardiãs dos rituais religiosos da expressão cultural, carregam em suas bagagens as tradições culturais transmitidas pelos seus ancestrais. Aqui, em terras fluminenses, integram uma comunidade maranhense e seguem perpetuando seus saberes para a nova geração de devotos do Divino, familiares, amigos e admiradores desta esta rica tradição. No Rio de Janeiro, as Caixeiras tocam desde 1967, ano de fundação da Comunidade Maranhense e da realização da primeira festa do Divino na cidade. Atualmente, as Caixeiras que realizam a Festa do Divino Espirito Santo, no Rio de Janeiro, são: Dona Antônia, Dona Gercy, Dona Vitória, e Dona Diana.

As Marias da Graça

As Marias da Graça

Carolina Bianchi

Carolina Bianchi
diretora, escritora e atriz

Carolina Bianchi dirige, escreve e performa suas obras. Obcecada pelo erotismo enquanto estudo da experiência dos corpos na cena. Últimas labutas: Mata-me de Prazer (2016), Quiero hacer el amor (2017), Utopyas to every day life (2017), LOBO (2018) e Revolta Lilith ( 2018)

Cia Mystérios e Novidades

Cia Mystérios e Novidades

Coletivo Madalena-Anastácia

Coletivo Madalena-Anastácia

Daspu

Daspu

A Daspu foi criada em 2005 pela prostituta e autora do livro “Filha, mãe, avó e puta”, Gabriela Leite, ativista e fundadora, com Lourdes Barreto, do movimento organizado de prostitutas no Brasil, que em 2017 fez 30 anos, tendo como marco o I Encontro Nacional de Prostitutas “Fala, Mulher da Vida”, que aconteceu no Rio de Janeiro em 1987. Criou a Daspu em 2005, inicialmente como uma grife de moda que pudesse funcionar como um dispositivo cultural e artístico para dar visibilidade e sustentabilidade às ações da ONG Davida. Com a repercussão e o afeto gerado pela sua proposição, Daspu acabou se tornando uma política cultural que dialoga com as questões relacionadas a sexualidade, cidade, prostituição e direitos humanos.

Sunday 18/11 | 19h30 - 20h30
Desfile DASPU
Armazém | Marcia X Space

DJ Badsista

DJ Badsista

Dj Tamy

Dj Tamy

DJs Tasha e Tracie

DJs Tasha e Tracie

Dona Onete

Dona Onete

Elisa Amaral

Elisa Amaral
DJ

Elisa Amaral é DJ residente do hotel Belmond Copacabana Palace e já passou por diversas tribos da cena do Rio de Janeiro. Veio da cena alternativa, onde tudo começou em 2010, atuando em eventos do Grupo Matriz. Também jornalista e produtora cultural, em 2017 decidiu focar a sua atenção para a carreira de DJ, onde passou uma temporada em Amsterdam tocando em pequenos festivais, além do famoso SupperClub Amsterdam. Com ótima leitura de pista, a DJ tem um repertório open format e eletrônico e não tem medo de misturar estilos, indo do pop ao deep house e electro swing, uma de suas peculiaridades.

Instagram | Facebook

Saturday 17/11 | 21h30 - 22h00
Show
Praça Mauá | Main Stage

Elza Soares

Elza Soares
Brazilian Singer

Flora Matos

Flora Matos

Flora Matos é uma das artistas mulheres brasileiras que saem um pouco do nicho de consumo que se tornou a "lacração". A rapper brasiliense não costuma levantar muito bandeira sobre feminismo em suas letras, mas isso não significa que não apoie o movimento. "Talvez meu feminismo fique mais claro no meu dia-a-dia, na minha postura. Mais até do que no meu discurso". Flora destaca-se pela autonomia que almeja conquistar sobre os processos do seu trabalho. Além das composições e da voz, no seu disco de estreia Eletrocardiograma ela assina parte da mixagem. Depois de alguns conflitos com produtores ao longo de anos, ela decidiu estudar de forma mais autônoma programação musical e se prepara para lançar do próximo álbum, que já produz e talvez produza praticamente inteiro sozinha. Essa atitude de se impor e buscar autonomia artística sobre sua arte, talvez seja o que Flora queira passar sobre o seu feminismo. Outros processos além de letras empoderadoras também determinam a força e a importância do trabalho de uma artista mulher.

Saturday 17/11 | 20h30 - 21h30
Show
Praça Mauá | Main Stage

Fronte Violeta

Fronte Violeta
projeto de música experimental eletrônica

Fronte Violeta é um projeto de música experimental eletrônica formado em 2015 por Anelena Toku e Carla Boregas. Fronte Violeta propõe uma fluidez sonora, utilizando-se de sintetizadores, beats eletrônicos, loops, samples, gravações de campo e vozes. Entre suas produções estão o primeiro álbum TRAVESSIAS, lançado em fita cassete, em 2015, pelo selo Dama da Noite Discos e PAIN CHRISANTEMO, trilha sonora para a exposição e vídeo de Chihiro Yoshikawa que passou por Tóquio, Los Angeles e São Paulo. No espetáculo REVOLTA LILITH, que vai ser apresentado no Festival Mulheres do Mundo, a música é feita ao vivo, indo além de uma trilha sonora tradicional, trazendo Anelena e Carla em cena ao lado das atrizes/autoras, fazendo do som um gesto de dramaturgia. FLAMA é o último álbum do duo, lançado pelo selo japonês Depth of Decay.

Ilú Obá de Min

Ilú Obá de Min

Karol Conka

Karol Conka
rapper

O ano de 2013 consolidou o nome de Karol Conka na música brasileira. Neste ano, a rapper curitibana conquistou o Prêmio Multishow na categoria Artista Revelação e pouco tempo depois foi convidada pelo grupo português Buraka Som Sistema para emprestar suas rimas à "Bota", música tema de campanha publicitária da Adidas. A faixa "Boa Noite" foi escolhida para a trilha sonora do mundialmente famoso game Fifa 14 e seu trabalho recebeu destaques e elogios em prestigiados veículos da imprensa nacional e internacional como a revista Rolling Stone, revista Time, Billboard norte-americana, Le Monde, Liberation, Canal+, entre outros. Primeira artista a cantar em português na rádio britânica BBC 1, apresentou-se na Alemanha, França, Suécia, Suíça. Em 2014 gravou o hit "Tombei" em parceria com o Tropkillaz, single que ultrapassa 458 mil plays no Soundcloud e 3.5 milhões de visualizações no YouTube, indicado pela edição nacional da revista Rolling Stone como uma das 15 melhores canções de rap do ano e vencedor do Prêmio Multishow de Nova Canção pelo júri especializado. Outro sucesso, “É o Poder”, produzido em parceria com o duo Tropkillaz e lançado pelo selo Buuum Trax, da Skol Music, em apenas 13 dias ultrapassou 55 mil plays no SoundCloud e tornou-se um dos 50 virais do ano de 2015 no Spotify. Atualmente, Karol também está à frente do programa Superbonita, do canal GNT.  O show apresentado no Festival Mulheres do Mundo é lançamento do novo disco Ambulante, lançado no dia 8 de novembro. O disco traz dez músicas inéditas compostas em parceria com o produtor Boss n Drama, distribuído pela Sony Music. O último single “Kaça” está em todas as plataformas digitais.

Facebook | Twitter | Instagram | Site | SoundCloud

Letrux

Letrux

Liz Aggiss

Liz Aggiss

Lowri Evans

Lowri Evans
actress

Lowri Evans é um atriz que mora entre Manchester, Reino Unido, e São Paulo, Brasil. Tem formação em Artes Plásticas e cria performances, intervenções e teatro. Em São Paulo, atuou como criadora e performer nos espetáculos Rózà (2014) e Revolta Lilith (2018) e o performance Coração do Espantalho de Naufus Ramírez-Figueroa, na 32ª Bienal de São Paulo (2016). Ela apresentou o solo dela, A Vida Secreta de Você e Eu em Capital 35 (2018). Recentemente ela trabalhou com BBC TV, National Theatre of Scotland, Circuito Paulista de Teatro, Contact Theatre, Casa do Povo, University of Salford, Islington Milll, Usina da Alegria Planetária e Battersea Arts Centre. Em 2015 ela ganhou um prêmio no Manchester Theatre Awards para O Relicário de Cotidiano com Renato Bolelli Rebouças e Rodolfo Amorim.

Luedji Luna

Luedji Luna

Marcia Zanelatto

Marcia Zanelatto

Writer, playwright, screenwriter and theatre director from Petrópolis. 

Instagram

Maria Beraldo

Maria Beraldo

Martha Kiss Perrone

Martha Kiss Perrone
diretora e atriz

Martha Kiss Perrone é diretora e atriz. Formada em Artes Visuais, sua pesquisa está entre o teatro e cinema. Dirigiu o espetáculo Rózà, a partir das cartas de Rosa Luxemburgo. Integra a coletivA Ocupação, grupo de teatro de São Paulo. Trabalhou nos filmes Elena, Olmo e a Gaivota de Petra Costa. Durante um ano acompanhou a criação do grupo Théâtre du Soleil do espetáculo Les naufragés du fol Espoir. Em Berlim integrou o projeto Brasil - Alemanha, Haut aus Gold, no Marxim Gorki Theater, sob direção de Tilman Kolher com o Tablado de Arruar. Dirigiu a performance "Só me convidem para uma revolução onde eu possa dançar" e “Quando Quebra Queima”  da coletivA ocupação. É diretora e dramaturga do espetáculo Revolta Lilith, que será apresentado no WOW.

Mayara Baptista

Mayara Baptista
actress

Mayara Baptista pesquisa o teatronegro sobre mulheres negras, feministas e ativistas. Em sua trajetória artística, integrou o elenco dos espetáculos "Navalha na Carne" (2016), "Tio Vânia" (2016), "Círculo de Giz" (2017), "GODOT (NÃO VIRÁ)", da performance "BLACK BRECHT - E Se Brecht fosse negro?" (2017) e o elenco da websérie "Mulheres em Série" (2017). Atualmente é integrante da coletivA ocupação e do Teatro Oficina com a peça "Roda Viva"

Sábado 17/11  - 18h00 – 19h00 e  20h00 – 21h00
Arte e cultura
Revolta Lilith
Armazém | Espaço Márcia X

Mulheres ao Vento

Mulheres ao Vento

Mulheres Rodadas

Mulheres Rodadas

RAP Party UK

RAP Party UK

RAP Slam

RAP Slam

No Festival WOW Rio três multi artistas estarão juntas pela primeira vez numa versão Slam e Rap. Trazendo a principal vertente de seus encontros: Uma batalha de poesia autoral com a sonoridade  do Rap. Mc Martina, do complexo do Alemão; Brenda Lima, do Buraco do Sapo, favela de Petrópolis, região serrana do Rio; e  Mc Dall Farra,  de Duque de Caxias, baixada Fluminense. As três fazem parte do Poetas Favelados, coletivo que declama poesias marginais em transportes e espaços públicos pelo Rio. MC Martina é também idealizadora do Slam Laje, a primeira batalha de poesia do Alemão que acontece mensalmente de forma itinerante em cada comunidade do conjunto de Favelas do Alemão. Brenda é idealizadora do Sarau Arte é Resistência e do Slam Liberdade, primeira batalha de poesia falada de Petrópolis.  E Mc Dall Farra integrante do Coletivo Slam das Minas, que também pratica ações poéticas em espaços públicos.

Tássia Reis

Tássia Reis

Tiê

Tiê

Arts

Elis Pinto

Elis Pinto

Moon Ribas

Moon Ribas
Avant-garde artist and cyborg activist

Avant-garde artist and cyborg activist best known for developing the Seismic Sense, an online seismic sensor implanted in her feet that allows her to perceive earthquakes taking place anywhere in the planet through vibrations in real time. In order to share her experience, she then translates her seismic sense on stage. Ribas transposes the earthquakes into either sound, in her piece Seismic Percussion; or dance, in Waiting For Earthquakes. In these performances the Earth is the composer and the choreographer; and Ribas, the interpreter.

Priscila Fiszman

Priscila Fiszman

Priscila Rezende

Priscila Rezende
artista visual e fotógrafa

Priscila Rezende é graduada em Artes Visuais pela Escola Guignard-UEMG (Belo Horizonte, Brasil) com habilitação em Fotografia e Cerâmica. Dentre seus trabalhos destacam-se presença em diversas cidades do Brasil, tais como São Paulo, Rio de Janeiro, Vitória, Porto Alegre, Oiapoque, entre outras; e países como Alemanha, Reino Unido e EUA. Etnia, identidade, inserção e presença do indivíduo negro e das mulheres na sociedade contemporânea são os principais norteadores e questionamentos levantados em seu trabalho. Partindo das próprias experiências, limitações impostas, discriminação e estereótipos são expostos em ações corporais viscerais, que buscam estabelecer com o público um diálogo direto e claro. A artista propõe ao público compartilhar e ser confrontado por diferentes realidades, deslocando-os de seu lugar de conforto para questionar certezas pré-estabelecidas.

Rita Wainer

Rita Wainer
artista

Rita Wainer (São Paulo, 1977) é  uma artista multimidia brasileira. Utiliza diferentes plataformas para difundir sua arte e  transita entre desenhos e objetos em pequeno formatos a pinturas e murais de grandes proporções espalhados por diversas cidades do  Brasil  e do mundo. Conhecida por seu trabalho feminino e feminista, geralmente acompanhado por seus textos poéticos conduzem  emoções comuns a todos que interagem com suas obras.

Selina Thompson

Selina Thompson
artist and performer

Selina Thompson is an artist and performer whose work has been shown and praised internationally. Her practice is primarily intimate, political and participatory with a strong emphasis on public engagement that then leads to joyous, highly visual work that seeks to connect to those often marginalised by the arts. Since 2013 her live work has reached over 10,000 people. She was featured in The Stage list of 100 Most Influential Leaders 2018 and has been described as “a force of nature” (The Stage, UK) and “an inspiration” (The Independent, UK), as well as being named by Buzzfeed in the Top 10 Black British Women Killing It in Their Field.

Workshops

ABC do Prazer Feminino

ABC do Prazer Feminino
Juliana Marques

Juliana Marques is a mother and feminist. Graduated in Social Communication, with experiences in Corporate Communication and Development and training of people, for two years she has been a consultant of sensual products, specializing in Women's Health, masturbation and female orgasm as forms of liberation and emripowerment.

Friday Nov/16th - 17h00 - 19h00
Museu do Amanhã | Observatório

 

Afrofunk

Afrofunk

Dança Intuitiva

Dança Intuitiva

Black woman and Bahian artist. She has experience in various body techniques: dance, acrobatics, capoeira angola, and contact improvisation. Her current projects bring questions lived by the black female body, Afro-Brazilian and Diasporic. She is a guide in the Intuitive Dance for Women workshop.

Makerspace Olabi - PretaLab

Makerspace Olabi - PretaLab

Mandala Florestal

Mandala Florestal
Maria Lalla Cy Aché

Maria Lalla Cy Aché é criadora da Mandala Florestal, ciclo de danças meditativas inspirada nos ritmos e tradições brasileiras para celebrar e ativar com as mulheres da Maré e de outros grupos do Rio de Janeiro, o Raio Feminino do Destemor. É uma dança simples, em forma de mandala de círculos concêntricos onde todos, inclusive o público, são capazes de participar. Uma festa da diversidade  em harmonia com a totalidade.Cy Aché é presidente do Instituto Cy - Cultura de Paz Através das Artes, guia da Sufi Ruhaniat Internacional, mentora de Danças da Paz Universal e membro participante do Conselho Internacional de Danças CID/UNESCO. 

 

SPECTACULU

SPECTACULU
ART AND TECNOLOGY SCHOOL

Spectaculu is a non-profit school that has been operating since 1999 at the dock of Porto de Rio de Janeiro. The institution offers professional training in the areas of Art and Technology and Performing Arts for youngsters from 17 to 21 years old, coming from the public school network and residents of regions of social vulnerability.

Viva Pelve

Viva Pelve

Yoga na Maré

Yoga na Maré

FORAM PARCEIROS DO FESTIVAL MULHERES DO MUNDO 2018:

CURATED

REALIZATION