DCSIMG

voltar | O Brasil de hoje para as mulheres: perspectivas

A presença massiva das mulheres nas lutas populares, a visibilidade e a força da agenda feminista são marcos do período recente das resistências e mobilizações em todo o mundo. Vivemos uma ofensiva neoliberal, que ataca a democracia e dá um novo impulso aos processos de mercantilização e militarização, que atacam os corpos, os territórios e os modos de vida das mulheres. Na construção cotidiana da auto-organização, da agroecologia, da comunicação e da economia feminista e solidária; de estratégias para garantir as condições de sobrevivência e para construir autonomia sobre o corpo, sobre a sexualidade que desafia a heteronormatividade e sobre uma vida livre de violência racista e patriarcal, as mulheres expandem as fronteiras do possível, enfrentam as contradições, constroem as condições para transformar concretamente suas vidas, ao passo que exercitam e apontam os caminhos de mudança do modelo. com: Luciene Lacerda, Bel Juruna e Clarisse Paradis

CURADORIA

REALIZAÇÃO